homePROFILECOMMENTSCREDITSFacebookTwitterfollow
Needed me
I was good on my own, that's the way it was
that's the way it was
You was good on the low for a faded fuck
on some faded love
Shit, what the fuck you complaining for? Feeling jaded huh?
Used to trip off that shit I was kickin' to you
Had some fun on the run though I give it to you

But baby, don't get it twisted
You was just another nigga on the hit list
Tryna fix your inner issues with a bad bitch
Didn't they tell you that I was a savage
Fuck your white horse and a carriage
Bet you never could imagine
Never told you could have it

You needed me
To feel a little more, and give a little less
Know you're here to confess

But baby who, you needed me
POSTED BY Karina ON terça-feira, 13 de setembro de 2016 @ 14:58
Pedaço de mim
Oh, pedaço de mim
Oh, metade exilada de mim
Leva os teus sinais
Que a saudade dói como um barco
Que aos poucos descreve um arco
E evita atracar no cais

Oh, pedaço de mim
Oh, metade arrancada de mim
Leva o vulto teu
Que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto
Do filho que já morreu

Oh, pedaço de mim
Oh, metade amputada de mim
Leva o que há de ti
Que a saudade dói latejada
É assim como uma fisgada

No membro que já perdi
POSTED BY Karina ON sexta-feira, 2 de setembro de 2016 @ 00:58
Hello
Hello
It's me
I was wondering if after all these years
You'd like to meet
To go over
Everything
They say that time's supposed to heal ya
But I ain't done much healing

Hello
Can you hear me?
I'm in California dreaming about who we used to be
When we were younger
And free
I've forgotten how it felt before the world fell at our feet

There's such a difference
Between us
And a million miles
POSTED BY Karina ON sexta-feira, 24 de junho de 2016 @ 21:10
Poema do Recomeçar
Avassalador,
Irrecuperável,
Sem deus.
Eu louvo é a coragem 
Sem precedentes
Que me fez te cumprimentar,

Em um lugar confuso,
Quatro garrafas de 600 ml  
Este era eu
Porque nada era mentira
É sempre verdade
E isso é a maior das verdades

Agora que estou acordada,
Não me sinto feliz, 
Confesso, 
Existe certa desesperação, certo desmanche das expectativas,
Mas até o sol enfrenta seus dias chuvosos 
Alguns tão desgraçados que levam vidas 
Ei de seguir em frente apesar dos pesares.
POSTED BY Karina ON terça-feira, 26 de janeiro de 2016 @ 04:41
Budapeste
A poesia de verdade desaba por dentro,
Como o amor
POSTED BY Karina ON quinta-feira, 26 de novembro de 2015 @ 00:11
Entrei no restaurante
Constrangida pela tristeza que me tornei
Porque um dia eu quis ir embora
E você aceitou
Com as mãos trêmulas
E uma mentira nos lábios

Seguimos estrada adiante
Seus animais, ternos,
Não viveram suficiente
Para nos ver crescidos.

Porque não somos completos
Como o pensamento é
Infinita é a solidão
Da essência
E a sua essência é cruel
Como atabaque,

E como a crueldade, é redundante
POSTED BY Karina ON segunda-feira, 2 de novembro de 2015 @ 23:44
Nothing
I've got my light
And I've got my sanity
This light guides me through the night
And my sanity teaches me in the morning sea

Don't know anything about living life,
Roads surround us by the feet

There’s no place for you in this heart of mine

(I know what is good to me)
POSTED BY Karina @ 00:29
back | all rights reserved desiree 2012